Abandonada ou Apaixonada?


Eu fiz tudo por você, fiz tudo mesmo e como resultado, um dia você me deixou meu bem e me disse que ninguém mais iria me querer. Que eu estava acabada...

No começo eu sofri e chorei até demais.

Mais um dia acordei, e descobri que eu já me havia abandonado antes de voce me abandonar,  eu não me amava o suficiente, e não me sentia digna de ser amada pelo que realmente eu era. Por isso eu fiz de tudo para você, com a intenção de ser amada. Para fazer as suas vontades, eu abandonou as minhas.


Eu comecei a aprender a me valorizar e me auto respeitar pelo que sou, totalmente perfeita que merece o verdadeiro e mais valioso amor. O meu amor!

Eu pensava que o seu amor me fazia feliz; mas era o meu sentimento amoroso por ti que me preenchia. Que felicidade sentimos quando estamos amando. Que maravilha as loucuras que fazemos por amor.

Eu não fui vítima do abandono. Eu fui vitima do meu auto-abandono.

Agora eu me amo e me aceito exatamente como sou.

Em vez de abandonada. Apaixonada!


Eu me amo, como jamais amei ninguém.

Há muitos anos eu não me cuidava assim; e como é gostoso me cuidar.

Ontem eu fui para academia às seis horas da manhã,  fazer a classe de exercícios localizados.

Às onze horas eu fui para aula de yoga, às cinco da tarde eu fui para minha aula de Pilates e depois fui nadar.

Agora eu cultivo as minhas curvas, que podem ser perigosas, mas não serão evitadas.


Na última vez fui ao salão pintar minhas unhas. Uma das clientes perguntou qual era a cor que eu estava usando e pediu para a manicure pintar as unhas dela da mesma cor das minhas.

Não é o que eu faço, mas como eu faço. Não é o que falo, mas como eu falo.

É como eu aparento quando eu faço e falo isso.

Eu acredito que a cliente queria ficar um pouquinho parecida comigo.

Eu estou linda, ontem eu fui a cabeleireira, e ela me elogiou.

E além disso eu atrai pessoas que podem ver meu verdadeiro valor.

Estou com tantas amizades novas.


Amanhã tenho que decidir o que fazer, porque tenho cinco diferentes opções de programa.

A gente somente vive uma vez, mas se a gente fizer isso direito, uma vez é o bastante.

Que bom que você me deixou. Eu agora estou agradecida por você ter me abandonado.

Agora você vem me dizendo que fui importante para você, que você sempre me amou.

Querido, todos os amantes rejeitados devem ter uma segunda chance, mas com outra pessoa.

A minha casa está linda. Eu estou linda e feliz. E você não cabe nesta felicidade.

Eu posso esquecer o que você me falou. Eu posso esquecer o que você me fez. Mas eu nunca vou esquecer como você me fez sentir, você não ter me valorizado é seu problema, que perdeu o grande presente de sua vida, um tesouro verdadeiro. Eu!

Olhos nos Olhos - Maria Bethânia. Chico Buarque









Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Finalmente Encontrei o Amor da Minha Vida

Amor Pra Vida

Almas Gêmeas na História